terça-feira, 11 de outubro de 2011

A Horda

Saudações, leitores. Hoje iremos conhecer um pouco da situação atual de uma das maiores facções de Azeroth, a Horda. Não caberá aqui ficar detalhando toda a história fascinante deste grupo de sobreviventes, de sua criação como ferramenta no jogo cósmico da Legião Ardente, até o grupo independente e dono de uma rica tradição e relacionamentos duvidosos. Para saber um pouco mais desta parte da história, visite a aba “História de Warcraft” e nos ajude na revisão do texto.

Líder Principal: Senhor da Guerra Thrall (Orgrimmar, Durotar).
Líderes Secundários:
Cairne Casco Sangrento, Senhor dos Taurens (Thunder Bluff, Mulgore)
Vol'Jin, Feiticeiro da tribo troll dos Lança Negra (Orgrimmar, Durotar)
Sylvanas Corredora dos Ventos, líder dos Renegados (A Cidade Subterrânea, Ruínas de Lordaeron)


Dez anos já se passaram desde que as raças mortais se aliaram para derrotar a última tentativa da Legião Ardente de destruir Azeroth. Algo que resultou na perda de Nordrassil, a Árvore do Mundo. Conseguindo se fixar numa região a leste de Kalimdor, uma região rochosa que, segundo o próprio Thrall, lembra muito o ambiente nativo dos orcs, em Draenor, tudo o que estes seres de pele verde desejam é um pouco de paz para colocar suas vidas em um rumo de prosperidade. A região conquistada pela Horda passou a se chamar Durotar, nome em homenagem ao pai de Thrall, Durotan, e a imensa cidade encravada no vale, antes ocupado por bestas, foi batizada em homenagem a um antigo herói dos Orcs, Orgrim Doomhammer, e assim Orgrimmar se ergue como um bastião da força de vontade destes exilados sem lar.

Orgimmar

A Nova Horda, como foi chamada depois de Thrall recuperar as tradições de seu povo, conta com aliados importantes e alguns até mesmo inusitados. Assim que chegaram a Kalimdor, os sobreviventes tiveram contato com os pacíficos e imponentes Taurens, donos de uma rica tradição xamanística, e a amizade entre as duas raças cresceu logo que Thrall e seus orcs ajudaram o velho Cairne Casco Sangrento a livrar seu povo da ameaça constante dos centauros. Apesar de pacíficos, os Taurens representam uma adição importante.

No passado, a Horda contava com o apoio dos trolls amani, uma das maiores tribos ainda existentes. Sedentos de sangue e praticantes do canibalismo, estes trolls não mais representam bons aliados para a Horda de Thrall. Apesar disso, os trolls da selva, liderados pelo sábio Vol'Jin, marcam sua presença em Orgrimmar, como uma retribuição a ajuda prestada pela Horda, na figura de seu antigo Campeão, Rexxar.

Por fim, os aliados mais inesperados que poderiam ter se juntado a nova Horda de Thrall, os mortos-vivos liderados por Sylvanas Corredora dos Ventos. Esta banshee foi, em vida, a líder dos batedores protetores de Quel'Thalas, que sucumbiu perante a força do Flagelo, quando o corrompido Arthas invadiu seu lar ancestral. Trazida de volta a vida pela necromancia do Cavaleiro da Morte, Sylvanas passou muito tempo servindo a vontade do Rei Lich, até que este poder enfraqueceu, com o ataque à Coroa de Gelo e Sylvanas e alguns de seus antigos aliados viram-se livres desta maldição.

Como podemos ver, a aliança mais duvidosa que Thrall conseguiu foi com os Renegados, mas existem algumas boas motivações para que o sábio Senhor da Guerra tenha feito esta escolha. Primeiro, os Renegados são os únicos a continuarem fixados nos Reinos do Leste, no caído reino de Lordaeron, dessa forma representam um canal seguro para a Horda em suas atividades no leste. Não só isso, em uma região ao norte de Khaz Modan, onde ficam as terras mais férteis e ricas em recursos de todo o norte dos Reinos do Leste, os Renegados de Sylvanas travam uma batalha constante com a Aliança, numa tentativa de garantir os mantimentos e provisões para apoiar os esforços da Horda do outro lado do continente. Levando-se em consideração que os Mortos Vivos não precisam destas coisas, de alimento, dá-se a entender que a luta pela posse desta região é o sacrifício dos Renegados para com a Horda. O que, até o momento, tem agradado Thrall.

Este é apenas um resumo básico de como a Horda tem feito para se ajeitar neste novo mundo deixado com o fim da Terceira Guerra e em breve teremos aqui as regras para se jogar com orcs, taurens, trolls e renegados em Asgard RPG!

As Raças da Horda

7 comentários:

  1. Muito interessante. Quando notei a ligação dos humanos com a luz, infantilmente pressupus que a Horda possuía um cunho maligno, mas vejo que isto não é verdade.

    Já preparei o material para os humanos do cenário, e logo teremos mais destas raças em material de jogo para ASGARD RPG. Gostaria apenas de saber melhor o que são os renegados.

    ResponderExcluir
  2. Bom saber que o texto, bem simples, ajudou a dar uma ideia diferente da Nova Horda. Farei um post sobre os Renegados em breve. A primeira vista, foram uma adição desnecessária à Horda, mas é só analisar os benefícios e o que eles estão dispostos a fazer pra provar uma "boa vontade", que tudo se encaixa melhor.

    ResponderExcluir
  3. Nossa está mto legal mesmo esse cenário! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Leonardo Viera Andrade12 de outubro de 2011 18:24

    O blog está melhorando a cada dia, Neves!

    Estou curioso para ver como vai ser feito os Pandarens e os Engenheiros.

    ResponderExcluir
  5. Gronark, Deus do Sofrimento e Campeão do Chaos12 de outubro de 2011 18:30

    AHAHAHAHAHAHAHAHA

    Não se enganaste quando disseste que a Horda era maligna, Odin!

    Agora ela está nas mãos de Garrosh Brando do Inferno! Ele matou cruelmente Cairne e expulsou os Trolls ignorantes de Orgrimmar, se falar que permite aos mortos-vivos de Sylvanas a amaldiçoar as almas dos vivos para torná-los seus escravos!

    Logo o Chefe de Guerra ira repetir o pecado de seu pai, Gron, e ira espalhar a guerra e a corrupção demoníaca por toda Azeroth uma vez mais!

    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  6. Astreya e Frodo - Obrigado pela visita!

    Leonardo - Rapaz, isso vai dar trabalho para o Odin! Mas estou pensando numa maneira de deixar a coisa da engenharia bem simples.

    Gronark - Não tiro a razão das suas palavras quanto a situação atual da Horda, mas, por sorte, aqui estamos tratando dela num momento pré-Burning Cruzade. Estes males ainda não surgiram.

    ResponderExcluir